Publicado em sociedade, Software Livre

O caráter formativo da crise na adoção de software aberto nos sistemas do Estado

A minha leitura de fim de semana foi um pouco chata, pois ler o Diário da República não é uma atividade que se possa considerar divertida.

Falaram-me na Resolução do Conselho de Ministros n.º 12/2012 de 7 de fevereiro, e lá fui ver de que se tratava afinal.

Digamos que o governo diz que vai poupar até 500 milhões de euros à custa da implementação de um plano global de racionalização e redução dos custos da
Administração Pública.

O documento está organizado em torno de cinco eixo e das respetivas vinte e cinco medidas que conduzem à sua implementação.

Entre outras que também considerei interesantes, embora sempre se tratasse de uma “verdade de La Palisse”, a medida 21 pode finalmente ser um indicador de que brevemente, os hábitos de utilização de software nas escolas vão ter que mudar:

8.1 — Medida 21: Adoção de software aberto nos sistemas de informação do Estado
Promover a utilização de software aberto nos sistemas de informação da AP sempre que a maturidade e o custo sejam favoráveis.”

Será desta?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s