Publicado em outras, sociedade, Uncategorized

Procuras um “Office” mas a crise não te permite gastar 1 euro?

officeEm primeiro lugar devo deixar claro que não uso o Open Office por razões monetárias, mas porque lhe reconheço a qualidade necessária às tarefas que diariamente executo no domínio deste tipo de aplicações. Para além disso é-me garantida a criação e troca de documentos num formato universal que não acarreta qualquer compromisso financeiro para os destinatários dos mesmos.

De seguida não posso deixar de exprimir a minha opinião sobre o novo interface com o utilizador do Office 2007. A Microsoft complicou o que não era necessário complicar. Os motivos são naturalmente o lucro e a finalidade de criar no “rebanho” a necessidade de se actualizar, ou melhor, investir na nova versão.

Excluída a hipótese de utilização de software ilegalmente adquirido, cabe a cada um de nós realizar dois passos muito simples:

  1. Quais são as tarefas que diariamente executo com a minha ferramenta de “Escritório”?
  2. Que software existe à minha disposição para o efeito?

Em resposta à primeira questão, cabe a cada um de nós fazer a inventariação.

Para ajudar a procurar a solução mais adequada a cada um de vós, deixo um link para um artigo ( link ) que reune um conjunto interessante de soluções “LIVRES”.

Ao nosso Governo faço um pedido muito sincero!

Parem de esbanjar o dinheiro dos contribuintes em soluções proprietárias para depois andarem a falar na CRISE e na redução inevitável da MINHA reforma.

A todos vós digo – Não se esqueçam de serem LIVRES!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s